Apenas um lembrete

Bem, o último post foi meio polêmico, então antes que eu seja tachada de insensível, fria, rude e mal educada, vamos deixar tudo bem claro.

Primeiro: Eu não sou insensível. Só não tenho paciência pra hipocrisia.

Segundo: Não sou fria. Talvez realista o suficiente pra saber que tanto minha vida quanto a de todos ao meu redor não vai parar até que o mundo se recomponha do choque de perder um grande ídolo. E o pior: eu perdi um alvo de piadas.

Terceiro: Eu sou rude mesmo, não me importa. Eu falo o que eu penso, não penso o que falo, e respeito que vocês discordem, mas por favor, não venham até o meu blog para tentar me ofender com suas tentativas ridículas de me fazer sentir insignificante. Para mim, insignificante é um arremedo covarde de ser humano que não consegue nem mesmo mostrar o rosto pra expor sua opinião. (Na verdade, só tenho a agradecer a você, querido “anônimo”. Obrigada pelo page view).

E por último: Não sou mal educada. Fui criada como uma princesinha, cresci como uma princesinha, continuo sendo uma princesinha, e posso ser rude, arrogante e tudo o mais, mas educação eu tenho. E mais ainda do que isso: talvez seja a educação a chave pra que o meu sarcasmo seja muito mais potente.

Vamos por tudo em pratos limpos: eu tenho pena de pessoas que não conseguem digerir uma opinião, que não tem capacidade mental de debater sobre um assunto simples de forma adulta. Esse comentário foi praticamente um “eu te odeio e quero que você morra, vou contar tudo pra minha mãe quando ela voltar do trabalho!”. Hipócrita e infantil. Como aqueles recadinhos que as crianças escrevem na lousa sem assinar pra tentar constranger um coleguinha de classe.

Agora um pedido: se for pra tentar me ofender em algum comentário, por favor assinem a merda do comentário e não sejam infantis! Se é pra tentar me deprimir, pelo amor de tudo que é mais sagrado, tentem mais do que isso. Usem meus pontos fracos, me humilhem! Mas não se sujeitem a isso, né?

Não me importo que vocês critiquem minha opinião, que vocês me xinguem, que vocês xinguem minha mãe, minha avó, minha cachorrinha, desde que assinem a porcaria do comentário.

E mais uma vez quero agradecer ao querido anônimo pelo page view 🙂

Pronto, falei!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s