Abraços, carinho, uma canção de ninar

Sei lá, não estou bem. Talvez seja a pressão pela mudança de emprego, fim de semestre letivo, ou eu estar ficando velha. Pode ser qualquer coisa, não sei dizer o que estou sentindo.
Sinto meu coração apertado, e parece que há algo na minha garganta que teima em ficar lá, entalado, enquanto lagrimas que eu não consigo explicar caem. Não sei porque diabos estou chorando, nem o que essa situação representa. Só sei que machuca.
Quando a gente nasce, deviam avisar de todas as possibilidades, como sofrer por alguma coisa que você não conhece. Eu, pelo menos, reavaliaria o contrato.
Esse aperto no coração não vai embora, e tudo que eu queria era um abraço aconchegante, um cafuné e uma canção de ninar.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s