a mistura dos dois crepúsculos

“Tinha aquela graça fugitiva que indica a mais delicada transição, a adolescência, a mistura dos dois crepúsculos, o princípio de uma mulher e o fim de uma menina”.

(Victor Hugo)

São esses os dias que mais ansiamos tanto a ida, como a volta. Quem por eles está passando deseja crescerl, quem por eles já passou os relembra com nostalgia: Aquele tempo em que nosso andar era despreocupado, sem carregar nas costas o peso de uma vida.

Estamos aos poucos caminhando com mais dificuldade. Os problemas já nos tornam mais amargos, e é com pesar que lembramos do conselho: “guarda o caminho do seu coração”. Nosso coração, já veterano, tem tantas cicatrizes quanto se pode contar.

Mas vale a pena?

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s